Lixo Mínimo

Estabelecer no município gestão que garanta inexistência de qualquer tipo de disposição irregular de resíduos sólidos e promover coleta seletiva e a reciclagem do resíduo gerado no município.

Em Hortolândia...

•Resíduos sólidos

Em nosso município os resíduos sólidos urbanos são coletados e encaminhados para o Aterro Sanitário Licenciado ESTRE, maiores informações visite o site:www.estre.com.br.

Hortolândia, junto com as cidades de Americana, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara D’Oeste e Sumaré, faz parte do Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas (RMC), que busca soluções alternativas ao aterramento sanitário para o tratamento de resíduos sólidos dos municípios sem prejudicar o meio ambiente, visando ser economicamente viável.

•Resíduos Sólidos - Reciclagem

Você sabia que são produzidos em média 3380 toneladas de resíduos por mês, dos quais 8,5 toneladas de materiais são reciclados por mês em Hortolândia. Imagine o quanto esse número poderia aumentar se você separasse seu lixo para ser reciclado?

Por isso, separe as garrafas plásticas, latinhas, embalagens de plástico, papelão, folhas e aparas de papel, caixinha de leite e suco, jornais, revistas e outros, e encaminhe para:
- leve até uma cooperativa de reciclagem ou; - Mobilize as pessoas que moram na sua rua para que todos separem os materiais e o agente da cooperativa de reciclagem passe recolhendo em um dia combinado.


Cooperativa Unidos para Vencer – “Águia de Ouro”: rua Emma Frederici Geraldelli, 736 - Jd. Rosolém. Contato: (19) 3845-0706.

•Reciclagem de Óleo de Cozinha

O que você faz com o óleo de fritura usado? Aonde você joga?

Você sabia que em Hortolândia há uma usina que transforma o seu óleo de cozinha em biodiesel?!

A cooperativa de Biodiesel Hecovisão é responsável pelo projeto de reutilização do óleo de fritura gerado em Hortolândia para produção de biodiesel. Todo o óleo recolhido é filtrado, e depois é processado quimicamente gerando o biodiesel, que é um combustível renovável e menos poluente.

Por isso, não jogue em qualquer lugar seu óleo de cozinha usado! Separe e leve até os Ecopontos! Além de você estar contribuindo para ter a água e o ar menos poluído, estará ajudando na geração de emprego.

Lista de Ecopontos - Pontos de coleta voluntária na Cidade de Hortolândia:

  1. Cooperativa de Biodiesel Hecovisão: Rua Olegário Bueno da Silva, 362 – Remanso Campineiro. Contato: (19)9100-1684 / 8813-4202. E-mail: ecovisao@ig.com.br. Site: www.hecovisao.com.br.
  2. Centro de Referência Ambiental Parque Escola (Creape): Rua Bolívia, 290 – Santa Clara do Lago II.
  3. Parque Socioambiental “Irmã Dorothy Stang”: Rua Armelinda Espúrio da Silva, s/n - Jardim Nossa Senhora de Fátima.
  4. Ginásio Municipal Victor Savala: Rua Agnaldo Gomes Cardoso, 500 - Jardim Nossa Senhora de Fátima.
  5. Patrulheiros e Guarda Mirim de Hortolândia: Rua Alda Lourenço Francisco, 316 - Remanso Campineiro.
  6. Instituto Adventista de São Paulo (IASP/UNASP): Rua Pastor Hugo Gegembauer, 265 - Parque Ortolandia.
  7. Colégio Adventista de Hortolândia: Rua Rodrigo de Carvalho, 200 - Pq.Ortolândia.
  8. EMEI Jardim Nossa S. Auxiliadora: Rua Izadias Fabrício da Silva, nº 228 – Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.
  9. EMEI Remanso Campineiro: Rua José Camilo de Camargo, nº 333 – Remanso Campineiro.
  10. EMEIEF Jardim Santa Amélia: Rua dos Curiós, nº 42 - Jardim Santa Amélia.
  11. EMEI Chácara Acarai: Avenida Santana, nº 999 - Jardim Amanda I.
  12. EMEF Jardim Amanda I: Rua Graciliano Ramos, nº 698 - Jardim Amanda I.
  13. EMEF Profa. Maria Célia Cabral do Amaral: Rua Augusto dos Anjos, nº 1275 - Jardim Amanda II.
  14. EMEI Jardim São Pedro: Rua do Cartola, nº 161 - Jardim São Pedro.
  15. EMEI Jardim Nossa Senhora de Fátima I: Rua Manoel A. Silva, nº 365 – Jardim Nossa Senhora de Fátima.
  16. EMEF Jardim Sumarezinho: Rua Lealdo José dos Santos, nº 170 – Jardim Sumarezinho.
  17. EMEIEF Jardim Sumarezinho: Rua Antônio Bairral, nº 160 - Jardim Sumarezinho.
  18. EMEIEF Jardim Nova Europa: Rua São Luís, nº 176 a 276 - Jardim Nova Europa.
  19. Kuka’s Bar: Avenida Olívio Franceschini, 520 - Pq. Dos Pinheiros.

•Resíduos da Construção Civil

A destinação dos resíduos da construção civil e demolição em locais inadequados causam alguns impactos no meio ambiente como a degradação de áreas de mananciais, proliferação de agentes transmissores de doenças, assoreamento de rios, obstrução de sistema de drenagem e outros.

Para que isso não ocorra, as empresas de aluguel de caçamba encaminham esses resíduos até um local licenciado. E futuramente, esses resíduos serão encaminhados para a usina de reciclagem de resíduos da construção civil e demolição, que será construída ano que vem através do convênio firmado com a OSCIP INAC – Instituto Nova Agora e Cidadania. Por enquanto, no mês de setembro está sendo formado o comitê gestor da usina: 3 conselheiros do Conselho Municipal de Meio ambiente (CMMA) e 1 membro da Secretaria de Meio Ambiente, Departamento Jurídico, Secretaria de Obras e Planejamento Urbano.

No dia 01 de outubro de 2010, por meio da Secretaria de Meio Ambiente foi realizada a abertura do início da construção da Usina de Reciclagem de Matérias de Construção Civil no Parque Perón em Hortolândia. O local onde será instalada a usina beneficiará resíduos depositados por caçambeiros, sendo que 50% do beneficiamento será utilizado pela Prefeitura em obras na cidade.

A estimativa é que a Usina comece a funcionar em julho de 2011.


Placa na área onde será construída a usina de reciclagem de entulho


Prefeito Ângelo Perugini na inauguração.

As empresas de caçambas regularizadas são:

  • TIÇÃO CAÇAMBAS
    Endereço: Eliza Laurinda da Silva, 630 – Jd. Santana. Fone: (19) 3865-1920.
  • ROSSI CAÇAMBAS
    Endereço: Almeida Garret, 30 – Jd. Amanda. Fone: (19) 3865-1546.
  • JC CAÇAMBAS.
    Endereço: Av. João Coelho, 575A – Jd. N. Sra. Fátima. Fone: (19) 3845-1862.

Veja as leis municipais relacionadas a esta diretiva:

  • Lei n° 314, de 27 de junho de 1995, que cria o programa de reciclagem de resíduos de vidro.
  • Lei n° 1785, de 13 de dezembro de 2006, que dispõe sobre o procedimento para o gerenciamento de resíduos de serviços de saúde humana e animal no município.
  • Lei n° 1927, de 28 de agosto de 2007 que ratifica os termos do protocolo de intenções do Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas.
  • Lei n° 1928, de 28 de agosto de 2007, que institui o sistema de gestão sustentável de resíduos da construção civil e resíduos volumosos e o Plano Integrado de gerenciamento de resíduos da construção civil.
  • Lei n° 2315, de 24 de novembro de 2009 que dispõe sobre a substituição de uso de sacola plástica por sacola ecológica e da outras providências.
  • Lei n° 2389, de 01 de abril de 2010, celebração de convênio com o Instituto Nova Ágora de Cidadania.